UAI
Publicidade

Estado de Minas TAIPÉ

Navio de guerra americano atravessa o estreito de Taiwan após reunião Xi-Biden


23/11/2021 08:11 - atualizado 23/11/2021 08:14

Um navio de guerra americano navegou pelo estreito que separa Taiwan e a China continental na terça-feira, informou a Marinha, na primeira manobra do tipo desde a reunião virtual entre Joe Biden e Xi Jinping na semana passada.

A passagem pelo estreito de Taiwan do destróier USS Milius, equipado com mísseis guiados do tipo Arleigh Burke, foi uma manobra de rotina, informou a Sétima Frota dos Estados Unidos em um comunicado.

O trajeto, o 11º deste estilo no decorrer do ano dos chamados exercícios de liberdade de navegação, "demonstra o compromisso americano com um Indo-Pacífico livre e aberto", afirma o comunicado.

A manobra aconteceu uma semana depois da reunião entre o presidente Joe Biden e seu colega chinês Xi Jinping, quando os dois líderes trocaram advertências sobre a situação em Taiwan.

O porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Zhao Lijian, condenou o ato, que chamou de "tentativa deliberada de perturbar e minar a paz e estabilidade regionais".

"O governo dos Estados Unidos deveria corrigir seu erro imediatamente, parar de provocar confusão, de ir além dos limites e de brincar com o fogo", advertiu.

Taiwan, ilha governada de forma democrática e reivindicada por Pequim é foco de tensões entre as duas grandes potências mundiais.

Navios de guerra americanos atravessam com frequência o estreito entre Taiwan e a China continental, o que provoca a irritação das autoridades comunistas que consideram a ilha e as águas que a cercam parte de seu território.

Estados Unidos e seus aliados consideram a rota como águas internacionais, abertas à navegação. Britânicos, canadenses, franceses e australianos também atravessaram recentemente o estreito, o que provocou protestos de Pequim.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade