UAI
Publicidade

Estado de Minas MADRI

Corpo de provável migrante é encontrado na fronteira franco-espanhola


20/11/2021 17:01

O corpo de um homem, provavelmente um migrante de origem africana, foi encontrado neste sábado (20) no rio Bidasoa, entre a Espanha e a França, anunciou a polícia basca espanhola.

"Um particular que praticava Paddle Surf" alertou as autoridades bascas para a presença de "um corpo, aparentemente sem vida, flutuando na água do rio Bidasoa, na altura de Irún, concretamente na região de Endarlaza, nos limites com Navarra", informou a polícia basca em um comunicado.

"Os primeiros indícios poderiam apontar para que se trate de um migrante de origem africana", acrescentou.

Um porta-voz do governo basco informou à AFP que "acreditamos que seja um migrante em trânsito", que vinha da Andaluzia, e informou que o falecido tinha 38 anos.

O ocorrido é "um verdadeiro drama", pois infelizmente episódios como este podem se repetir até que a Europa crie corredores seguros para o trânsito de pessoas que só tentam buscar um futuro melhor", afirmou Xabier Legarrerta, encarregado da ajuda a migrantes do governo regional.

A polícia basca abriu uma investigação sobre o caso.

Se sua condição de migrante for confirmada, o homem seria a terceira pessoa a perder a vida este ano tentando cruzar o rio que separa a Espanha da França.

Em agosto e maio, dois migrantes de origem subsaariana foram encontrados mortos no rio Bidasoa.

Do lado francês, três migrantes argelinos morreram atropelados por um trem em Saint-Jean-de-Luz, em outubro, quando tentavam fugir de eventuais controles policiais.

A Espanha continua sendo uma das principais portas de entrada na Europa para os migrantes clandestinos que, em sua maioria, tentam seguir viagem rumo ao norte do continente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade