UAI
Publicidade

Estado de Minas SEUL

Aviões de combate russos e chineses penetram zona de defesa aérea da Coreia do Sul


19/11/2021 10:11

A Coreia do Sul fez decolar seus aviões de combate nesta sexta-feira, depois que vários caças russos e chineses entraram, brevemente, em sua zona de identificação de defesa aérea durante manobras militares - informou o Exército sul-coreano.

"Não houve qualquer invasão do espaço aéreo", esclareceu o comando do Estado-Maior Conjunto em um comunicado.

"Nosso Exército recebeu uma resposta por parte da China de que se tratava de um [...] treinamento normal", explicou ele.

Segundo a fonte, foi um exercício conjunto realizado por Rússia e China. Seus aviões entraram na zona mencionada por cerca de 10 minutos.

A Coreia do Sul posicionou caças F-15 e F-16 junto às aeronaves de reabastecimento aéreo como uma "medida tática normal", enquanto os aviões russos e chineses se aproximavam da área, explicou o Estado-Maior.

A incursão ocorreu a nordeste de Dokdo, arquipélago também reivindicado pelo Japão, que dá o nome de Takeshima a essas ilhas.

As zonas de identificação de defesa aérea são áreas, nas quais o tráfego aéreo é monitorado pelo Exército de um ou mais países, para além de seu espaço aéreo nacional. O objetivo é dar um tempo de reação adicional, no caso de manobras hostis.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade