UAI
Publicidade

Estado de Minas PEQUIM

Lucros da Alibaba caem 81% no 2T, e China endurece controles


18/11/2021 10:45

O gigante chinês do comércio on-line Alibaba anunciou, nesta quinta-feira (18), que seu lucro líquido caiu 81% no segundo trimestre de seu ano fiscal, enquanto Pequim endurece seu controle sobre o setor digital.

Nos meses de julho a setembro, o grupo chinês obteve um lucro de 5,37 bilhões de iuanes (ou 841 milhões de dólares), contra 28,7 bilhões de iuanes no mesmo período do ano anterior.

Peso pesado do setor e outrora tida como um exemplo, Alibaba foi a primeira empresa a ser alvo, no ano passado, do endurecimento dos controles no âmbito digital por parte das autoridades chinesas.

Desde então, Pequim vem ampliando sua ofensiva regulatória para outros setores, como o de videogames, ou de aulas particulares.

No início deste ano, o grupo fundado pelo bilionário Jack Ma foi multado em 2,3 bilhões de euros (US$ 2,6 bilhões) por prática de monopólio.

Abalado por essa multa recorde, o Alibaba registrou perdas trimestrais de quase 1 bilhão de euros.

Durante muito tempo, as empresas digitais se beneficiaram de uma legislação relativamente frouxa na China, sobretudo, em matéria de dados pessoais.

Nos últimos meses, as autoridades têm-se mostrado particularmente intransigentes a respeito de práticas antes toleradas e já generalizadas.

Alibaba


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade