UAI
Publicidade

Estado de Minas RIADE

Coalizão árabe relata morte de 80 rebeldes em ataques aéreos no Iêmen


14/11/2021 11:40

A coalizão militar liderada pela Arábia Saudita, que intervém no Iêmen desde 2015, informou neste domingo (14) que matou 80 rebeldes houthis nas últimas 24 horas nas províncias de Marib, Al-Jawf e Al-Bayda.

"Dezenove veículos militares foram destruídos e 80 rebeldes foram eliminados nas últimas 24 horas em incursões", informou a coalizão em comunicado difundido pela agência oficial de notícias da Arábia Saudita, a SPA.

A coalizão, que apoia o governo iemenita reconhecido internacionalmente, garantiu que tem infligido, quase diariamente, dezenas de baixas aos rebeldes em ataques aéreos. Contudo, esses balanços não podem ser verificados de forma independente e os houthis não costumam informar suas perdas.

Neste domingo, outras três pessoas morreram, entre elas dois supostos jihadistas da Al-Qaeda, em um ataque com aviões não tripulados no centro do país, segundo informaram funcionários iemenitas.

No total, foram dois ataques, "provavelmente" executados por um drone americano, segundo declarou à AFP um funcionário de segurança sob condição de anonimato.

No primeiro ataque ficaram feridos um homem, que "provavelmente pertencia à Al Qaeda, acompanhado de sua esposa". No segundo, "três pessoas, entre elas um civil e dois homens armados, provavelmente integrantes da Al Qaeda", que se deslocavam em um carro que tinha sido enviado para ajudar os dois feridos.

Os Estados Unidos executam, há vários anos, ataques com drones contra o braço da Al-Qaeda na península arábica, que está instalado no Iêmen.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade