UAI
Publicidade

Estado de Minas BAGDÁ

Iraque anuncia repatriação voluntária de compatrícios em Belarus


12/11/2021 12:05

O governo iraquiano trabalha para registrar os imigrantes iraquianos bloqueados na fronteira entre Belarus e Polônia que quiserem voltar "voluntariamente" para casa - disseram diplomatas iraquianos, nesta sexta-feira (12), à AFP.

"Estamos preparados para organizar mais de uma viagem para dar uma resposta urgente a quem desejar retornar voluntariamente", afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Mohammed al-Sahaf.

Centenas de imigrantes iraquianos, principalmente curdos, estão bloqueados na fronteira entre Belarus e Polônia. Sua intenção é entrar na Polônia e, portanto, na União Europeia (UE), mas Varsóvia está bloqueando sua passagem.

Os migrantes curdos dizem que estão fugindo do conflito e da crise econômica que castiga sua região autônoma.

Para ajudá-los, o Iraque enviou, para a fronteira, seus diplomatas acreditados na Rússia e na Polônia para "garantir sua segurança" e conseguir falar com as autoridades competentes.

Ao mesmo tempo, o consulado de Belarus em Erbil, no Curdistão iraquiano, que emitia vistos de turista, "fechou provisoriamente", na semana passada, explicou este porta-voz.

Além disso, a companhia aérea Iraqi Airways suspendeu seus voos entre Bagdá e Minsk em agosto e "até nova ordem", disse o porta-voz da empresa, Hussein Jalil.

"Mas temos autorização para operar no sentido Minsk-Bagdá, para transportar iraquianos bloqueados" em Belarus, acrescentou.

A situação na fronteira com a Polônia gerou uma crise entre UE e Belarus, que já é objeto de sanções europeias por sua repressão sangrenta nas manifestações do ano passado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade