UAI
Publicidade

Estado de Minas GENEBRA

Conflito no Iêmen deixou 10.000 crianças mortas ou feridas, afirma Unicef


19/10/2021 09:29

O Unicef informou que 10.000 crianças morreram ou ficaram feridas desde o início, em 2015, do conflito que devasta o Iêmen.

"O conflito no Iêmen acaba de superar esta vergonhosa etapa com a marca de 10.000 crianças mortas ou feridas, desde o início dos combates em março de 2015. Isto representa quatro crianças por dia", denunciou James Elder, porta-voz do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

"Estes são os números que a ONU pode confirmar. Porém, muitos outros casos são desconhecidos e apenas as famílias sabem", disse.

Elder destacou que o Unicef precisa de 235 milhões de dólares "até meados do próximo ano" para poder manter o nível de ajuda.

"A crise humanitária no Iêmen é resultado da trágica convergência de quatro ameaças: um conflito violento que perdura, uma economia devastada, serviços destroçados para todos os sistemas de ajuda, seja na saúde, alimentação, água e saneamento, proteção e educação, e uma operação da ONU que carece gravemente de fundos", explicou Elder.

Quatro em cada cinco crianças no Iêmen precisam de ajuda humanitária, ou seja, um total 11 milhões. Destas, 400.000 sofrem desnutrição aguda e dois milhões não frequentam a escola.

O Iêmen é cenário desde 2014 de uma guerra entre as forças pró-governo e os huthis, apoiados pelo Irã. Desde 2015, uma coalizão militar liderada pela Arábia Saudita fornece apoio ao governo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade