UAI
Publicidade

Estado de Minas IMIGRAÇÃO ILEGAL

Brasileiros vão precisar de visto para entrar no México

O objetivo da medida, de caráter temporário, é tentar frear a imigração ilegal para os Estados Unidos


15/10/2021 20:18 - atualizado 15/10/2021 20:34

Passaporte brasileiro
O visto para brasileiros que viajavam a turismo para o México deixou de ser obrigatório em 2013 (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O governo do México decidiu voltar a exigir visto para cidadãos brasileiros que queiram entrar no país como visitantes. Um anteprojeto com a determinação foi publicado nessa quinta-feira (14/10) no site da Comissão Nacional de Melhora Regulatória (Conamer), um órgão do governo mexicano. 

LEIA TAMBÉM:  EUA reabrirão fronteiras para estrangeiros vacinados a partir de 8/11

 

A exigência teria caráter temporário, até que os fluxos migratórios estejam “seguros, ordenados e regulares”, diz um trecho do documento que segue em consulta pública e deve ser sancionado em breve. A medida entra em vigor 15 dias após a publicação no Diário Oficial do país. 


Segundo a agência de notícias "Reuters", uma fonte do Itamaraty informou que a expectativa é que ela entre em vigor ainda este ano. O governo brasileiro já foi comunicado da decisão.

“A Secretaria de Relações Exteriores comunicou o governo da República Federativa do Brasil da decisão do Estado mexicano de suspender de maneira temporária o acordo para supressão de vistos em passaportes ordinários”, diz o texto. O acordo estava em vigor desde 2013. 

Atualmente, para entrar no México a turismo ou negócios, brasileiros precisam apresentar apenas o passaporte. As regras detalhadas e o custo do visto ainda não foram divulgados. 
 
Porém, de acordo com o anteprojeto, o visto exigido seria um documento eletrônico para brasileiros que cheguem ao México por via aérea. Para ingresso por terra ou mar, o visto precisaria passar por um consulado do país.

Imigração ilegal cresceu em 2021

A implantação da medida seria para tentar reduzir a quantidade de brasileiros que viajam ao país com o objetivo de entrar ilegalmente nos Estados Unidos. Até agosto deste ano, mais de 22 mil brasileiros adultos foram detidos tentando entrar nos Estados Unidos pela fronteira mexicana, de acordo com dados da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos (CBP). 

O documento publicado pelo governo mexicano descreve que há uma parcela substancial de brasileiros “cujo perfil não corresponde ao do visitante ou turista genuíno”. São turistas que “apresentam inconsistências na sua documentação ou informação, reforçando a possibilidade de que um número significativo de pessoas que pretendem usar a isenção de visto de forma indevida”.

Porém, os brasileiros não são os únicos afetados pela decisão. Segundo dados oficiais, de cada dez equatorianos que chegam ao México alegando estar a turismo, sete não voltam para casa e buscam uma forma de chegar aos Estados Unidos. Por isso, desde 4 de setembro, o governo mexicano passou a exigir visto dos equatorianos. O Peru é outro país que deve sofrer restrições.

Como forma de pressionar o governo mexicano, os Estados Unidos decidiram incluir os brasileiros no programa “Fique no México”. Assim, caso eles sejam pegos tentando imigrar ilegalmente, são devolvidos ao território mexicano para aguardar um tribunal resolver o caso. O custo e a responsabilidade pelos detidos, nestes casos, passou a ser do governo mexicano.
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Eduardo Oliveira 




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade