UAI
Publicidade

Estado de Minas MONTREAL

Trudeau visitará antigo internato para indígenas no Canadá


15/10/2021 14:51

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, visitará na segunda-feira a comunidade indígena Kamloops, no oeste do país, onde este ano foram encontrados os restos mortais de 215 crianças indígenas em um antigo internato, anunciou a comunidade nesta sexta-feira.

Será a primeira visita do chefe de governo canadense após a descoberta anunciada no final de maio e que gerou um escândalo nacional.

No início de junho, Trudeau admitiu o "pecado do Canadá" e colocou flores perto da "Chama do Centenário", um monumento perto do Parlamento de Ottawa que foi transformado em um memorial improvisado.

Na semana passada, Trudeau reconheceu que cometeu "um erro" depois de ter sido filmado em família em uma praia na Colúmbia Britânica em 30 de setembro durante o primeiro dia nacional de "verdade e reconciliação" dedicado às vítimas dos internatos para onde eram mandados os indígenas.

Após as desculpas públicas de Trudeau, a comunidade indígena Tk'emlups te Secwépemc lamentou não ter recebido resposta a duas cartas enviadas ao líder canadense para participar de uma cerimônia de homenagem.

"A falta de resposta ao nosso convite foi um insulto adicional", disse a comunidade em um comunicado.

Nos últimos meses, mais de mil túmulos anônimos foram descobertos perto de ex-internatos católicos para indígenas, expondo um lado sombrio do passado do Canadá e sua política de assimilação forçada das nações originárias.

Do final do século XIX à década de 1990, cerca de 150.000 crianças indígenas foram internadas à força em 139 internatos em todo o país, onde foram separadas de suas famílias, idioma e cultura.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade