UAI
Publicidade

Estado de Minas RIADE

Mais de 150 rebeldes iemenitas morreram em Marib, afirma coalizão liderada pela Arábia Saudita


11/10/2021 13:00

Mais de 150 rebeldes morreram em uma operação ao sul da cidade de Marib, estratégica na guerra do Iêmen, disse nesta segunda-feira (11) a coalizão liderada pela Arábia Saudita, que luta contra os insurgentes apoiados pelo Irã.

A operação "incluiu a destruição de oito veículos militares e as mortes superaram os 156 elementos terroristas", disse um comunicado da coalizão, segundo a agência oficial de imprensa saudita SPA.

O ataque ocorreu em Abdiya, ao sul de Marib e última posição no norte do Iêmen do governo reconhecido internacionalmente e um ponto-chave para controlar a riqueza de petróleo da região.

O Iêmen está devastado por um conflito de sete anos entre os rebeldes houthis apoiados pelo Irã e o governo, apoiado por essa coalizão militar liderada pela Arábia Saudita.

Os xiitas houthis retomaram, no mês passado, sua ofensiva para tomar o controle de Marib. Os confrontos e ataques aéreos deixaram desde então centenas de mortos entre rebeldes e tropas leais ao governo. Tudo isso acentuou a pior crise humanitária do mundo atualmente, segundo a ONU.

Dezenas de milhares de pessoas morreram, a maioria civis, e milhões foram deslocadas desde o início do conflito em 2014 no Iêmen, segundo organizações internacionais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade