UAI
Publicidade

Estado de Minas NOVA YORK

Wall Street fecha em queda, influenciada por dados do emprego nos EUA


08/10/2021 20:10

A bolsa de Nova York fechou em leve queda nesta sexta-feira (8), influenciada por um relatório decepcionante sobre o emprego nos Estados Unidos.

O Dow Jones fechou em baixa de 0,03%, a 34.746,25 pontos, enquanto o índice Nasdaq, de forte conteúdo tecnológico, recuou 0,51%, a 14.579,53 pontos, e o índice ampliado S&P; 500, 0,19% a 4.391,34 pontos.

Os investidores passaram boa parte do dia tirando conclusões sobre o relatório mensal sobre o emprego nos Estados Unidos, publicado pelo Departamento do Trabalho.

Os Estados Unidos criaram 194.000 postos de trabalho em setembro, reduzindo a taxa de emprego a 4,8%, segundo dados publicados nesta sexta-feira pelo governo.

Foram gerados menos postos de trabalho do que o esperado, mas a taxa de desemprego caiu mais do que os analistas previam. O Departamento do Trabalho destacou que o emprego aumentou nos setores de lazer e hotelaria, muito afetados pela covid-19, mas diminuiu no ensino público.

O mercado reagiu primeiro com forte decepção, mas com o passar das horas, começou a deixar de lado o dado de postos perdidos na educação (161.000), que afetou o indicador global.

"Aconteceu algo estranho" no relatório, resumiu JJ Kinahan, encarregado de estratégia de mercado da TD Ameritrade.

"É por isso que não vimos uma reação realmente ruim em Wall Street", afirmou. "Ninguém entende" esta cifra para o setor da educação, concluiu.

Deixando de lado este dado da educação, "não é um relatório ruim", afirmou JJ Kinahan.

Entre os valores do dia, a ExxonMobil (+2,49% a 62,17 dólares) se beneficiou de um novo aumento dos preços do petróleo e também da alta da estimativa das reservas exploráveis em sua jazida na Guiana.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade