UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

J&J pede que regulador americano autorize vacina de reforço contra a covid


05/10/2021 16:37

O laboratório Johnson & Johnson (J&J;) solicitou nesta terça-feira (5) à Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) que autorize um reforço de sua vacina contra a covid-19 para maiores de 18 anos de idade.

"Nosso programa clínico descobriu que um reforço de nossa vacina contra a covid-19 aumenta para 94% os níveis de proteção para aqueles que receberam nossa vacina de dose única", disse Mathai Mammen, diretor global de pesquisa e desenvolvimento da J&J.;

A empresa observou que quando um reforço foi administrado seis meses após a primeira injeção, "os níveis de anticorpos aumentaram em nove vezes uma semana após o reforço e continuaram subindo até 12 vezes, quatro semanas após o reforço", independentemente da idade.

"Esperamos futuras discussões com a FDA e outras autoridades de saúde para respaldar suas decisões sobre os reforços", afirmou Mammen.

O governo do presidente Joe Biden anunciou em agosto planos para que os cidadãos vacinados com imunizantes do tipo mRNA, os da Pfizer e da Moderna, recebam uma terceira dose.

Biden pessoalmente recebeu uma dose de reforço da Pfizer no mês passado e acusou os americanos que resistem à vacinação de prejudicar o país.

O reforço que o presidente recebeu faz parte da recente recomendação de aplicação de terceiras doses em maiores de 65 anos, assim como em adultos com condições de alto risco e aqueles mais expostos ao vírus.

A FDA disse nesta terça-feira que seu comitê consultivo se reunirá em 14 de outubro para debater uma autorização de uso de emergência para as doses de reforço da Moderna e em 15 de outubro para discutir o reforço da J&J.;

JOHNSON & JOHNSON

PFIZER


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade