UAI
Publicidade

Estado de Minas TIBLÍSSI

Eleições na Geórgia marcadas por acusações generalizadas de intimidação


03/10/2021 11:16

As eleições municipais da Geórgia foram caracterizadas por acusações "generalizadas" de intimidação, informaram neste domingo os observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), um dia após a votação.

O pleito foi marcado "por acusações generalizadas e recorrentes de intimidação, de compra de votos e pressões sobre candidatos e eleitores", afirmaram os observadores durante uma entrevista coletiva na capital Tbilisi.

De acordo com a OSCE, o partido Sonho Georgiano, que governa o país desde 2012, também usou "recursos administrativos" que concedem uma "vantagem excessiva". Os observadores também registraram "casos de intimidação e de violência contra jornalistas", mas não apresentaram detalhes.

Após a apuração de quase todas as urnas, o partido Sonho Georgiano obteve 46,6% dos votos, seguido pelo Movimento Nacional Unido (MNU), fundado pelo ex-presidente Mikhail Saakashvili, com 30,61% dos votos, segundo a Comissão Eleitoral.

Vários partidos da oposição denunciaram fraudes.

A campanha eleitoral foi marcada pela detenção, na sexta-feira, de Mikhail Saakashvili, principal opositor georgiano, que retornou ao país depois de passar oito anos no exílio.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade