UAI
Publicidade

Estado de Minas SÃO PETERSBURGO

Herdeiro do último czar da Rússia se casa 104 anos após a Revolução


01/10/2021 14:50

Um evento inédito desde a Revolução de 1917. O herdeiro do último czar da Rússia, executado com sua família pelos bolcheviques em 1918, se casou nesta sexta-feira (1º) em São Petersburgo, na presença de vários reis da Europa.

O Grande Duque Gueorgui Romanov, de 40 anos, se casou com a italiana Rebecca Bettarini, de 39 anos.

A cerimônia foi realizada na catedral de San Isaac, no coração da antiga capital imperial

O casal avançou pelo templo, cada um com uma vela nas mãos, atrás de dois padres em mantos dourados, segundo um fotógrafo da AFP presente no local.

O herdeiro do czar, com uma bela barba acinzentada, usava um terno preto e um colete amarelo, enquanto sua noiva usava um longo vestido branco com os emblemas do império russo bordados em ouro.

Várias mulheres e moças, usando trajes tradicionais russos, ajudaram a noiva a levar a cauda do vestido.

Seguindo a tradição ortodoxa, marido e mulher foram coroados.

Segundo os organizadores, havia 1.500 convidados, entre eles a rainha Sofia da Espanha, o rei deposto da Bulgária Simeón II e sua esposa Margarita, assim como outros representantes de famílias reais europeias.

O primeiro-ministro luxemburguês, Xavier Bettel, e o seu marido, Gauthier Destenay, também foram convidados, além da porta-voz da diplomacia russa, Maria Zajárova.

O porta-voz do presidente russo, Vladimir Putin, disse a jornalistas que o presidente "não planejava parabenizar o jovem casal".

"Este casamento não está em nossa agenda", disse Dmitri Peskov.

Galina Bobrova, moradora de São Petersburgo, se aproximou da Catedral de Santo Isaac na manhã desta sexta-feira para ver o herdeiro do czar e sua noiva.

"Desejo felicidade a todos. Obviamente, a monarquia faz parte do nosso passado, mas acho isso interessante", disse à AFP.

O último casamento de um membro da família Romanov na Rússia foi o do czar Nicolau II e a imperatriz Alexandra, há 127 anos.

- "História da Rússia" -

Nascido em Madri e graduado em Oxford, Gueorgui Romanov é filho da grande duquesa Maria Romanova, neta do Grande Duque Kirill.

Este último era primo de Nicolas II, o último czar da dinastia Romanov, que reinou mais de 300 anos na Rússia até a revolução de fevereiro de 1917.

O monarca derrubado foi feito prisioneiro pelos bolcheviques e fuzilado um ano depois nos Urais, junto com sua esposa, a imperatriz Alexandra, suas quatro filhas e seu filho.

Enterrados durante muito tempo em um local mantido em segredo pelo poder soviético, seus corpos foram levados em 1998 para a catedral de São Petersburgo.

Foram canonizados em 2000 pela Igreja ortodoxa russa e reconhecidos oficialmente em 2008 como vítimas do bolchevismo pela Justiça.

O Grande Duque Gueorgui Romanov se reuniu com sua noiva em Bruxelas, onde ambos trabalham para instituições europeias.

Rebecca Bettarini, filha de um diplomata, se converteu para a religião ortodoxa e foi rebatizada como Victoria Romanovna.

Instalado em Moscou há três anos, perto do Kremlin, o grande duque afirma se dedicar a projetos de caridade.

Em uma entrevista ao jornal russo Fontanka publicada na quarta-feira, explicou que escolheu se casar em São Petersburgo por "muitas razões". Esta cidade, afirmou, é "a história da Rússia, a história da casa Romanov".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade