UAI
Publicidade

Estado de Minas SYDNEY

Primeira-ministra do estado mais populoso da Austrália renunci


01/10/2021 06:12

A primeira-ministra do estado mais populoso da Austrália renunciou nesta sexta-feira (1) em meio a uma investigação por corrupção, deixando os habitantes de Sydney, que obedecem um confinamento há vários meses, sem líder.

Gladys Berejikliann, chefe de Governo do estado de Nova Gales do Sul, onde fica Sydney, anunciou a saída do Parlamento depois que um organismo anticorrupção anunciou a abertura de uma investigação contra ela por suposta corrupção.

"Minha renúncia como primeira-ministra não poderia ocorrer em momento pior, mas o momento está completamente fora do meu controle", disse Berejiklian à imprensa.

"Não quero ser uma distração do que deveria ser o foco do governo estadual durante esta pandemia, que é o bem-estar de nossos cidadãos. Sempre foi e sempre será", completou a primeira-ministra, que aparecia quase diariamente na televisão desde o início da pandemia de covid-19.

Esta governante conservadora estava à frente do estado desde 2017.

Uma agência estatal anticorrupção está investigando se ela favoreceu um ex-namorado, então deputado, na concessão de subsídios a seus eleitores. Berejikliann nega as acusações.

Desde o fim de junho, os cinco milhões de habitantes de Sydney estão em confinamento, uma medida que deve chegar ao fim em 11 de outubro.

O número de casos diários de covid-19 começou a diminuir, mas Nova Gales do Sul continua registrando mais de 800 a cada dia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade