UAI
Publicidade

Estado de Minas COATZACOALCOS

Braskem Idesa e Pemex fecham acordo para construir terminal de importação de etano no México


28/09/2021 17:15

A petroquímica brasileiro-mexicana Braskem Idesa (BI) fechou um acordo preliminar com a estatal Petróleos Mexicanos (Pemex) para a construção de um terminal de importação de etano no leste do país, anunciou nesta terça-feira a empresa privada.

"A Braskem Idesa planeja construir um novo terminal para a importação de etano em escala mundial - com um investimento de cerca de 400 milhões de dólares -, que ficará localizado na Laguna de Pajaritos, em Coatzacoalcos, Veracruz", informou, sem especificar se o investimento inclui capital da Pemex.

Segundo a empresa, o projeto estará localizado na área do chamado Corredor Interoceânico do Istmo de Tehuantepec (CIIT), sul do México, e faz parte de um plano de investimentos promovido pelo governo para o desenvolvimento daquela região, que concentra vários dos estados mais pobres do país.

O acordo geral entre a Pemex e a BI, que depende da aprovação final dos conselhos administrativos de ambas as empresas, inclui um ajuste a um contrato de fornecimento de etano que a petroleira estatal mantém com a petroquímica privada em Veracruz.

O pacto "estabelece novos compromissos de volume e preço para o fornecimento de etano da Pemex à BI, compatíveis com a disponibilidade atual e futura dessa matéria-prima no país", informa o comunicado. Após a renegociação, o volume de etano que a Pemex deveria fornecer à BI até 2024 foi reduzido para menos da metade, e a obrigação de fornecimento foi eliminada a partir dessa data. Também houve um ajuste às condições de mercado dos preços do etano e seu transporte.

O governo do presidente Andrés Manuel López Obrador insistiu na renegociação do acordo, assinado em 2010, alegando que o mesmo continha "penalizações desproporcionais e leoninas" para a Pemex.

Braskem


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade