UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Falsificadora de cupons de desconto pega 12 anos de prisão nos EUA


17/09/2021 21:00

Uma americana especialista na falsificação de cupons de desconto foi condenada esta semana a 12 anos de prisão por provocar prejuízos de 31 milhões de dólares a várias empresas.

Lori Ann Talens, de 41 anos, "tinha montado o que poderia ser uma das principais fraudes com cupons falsos na história" dos Estados Unidos, segundo os promotores encarregados do caso.

A partir de uma experiência neste ofício, Talens "aperfeiçoou sua arte" a ponto de os investidores terem que recorrer a "peritos para confirmar o caráter falsificado" de suas obras.

Ela criou os chamados cupons "Frankenstein", juntando imagens de produtos, logotipos de empresas e códigos de barras válidos em seu computador.

"O único aspecto suspeito dos seus cupons era o valor do desconto", igual ou maior do que o valor dos produtos, segundo os documentos.

De 2017 a 2020, sob o pseudônimo de "Masterchef", ela recrutou mais de 2.000 clientes on-line e vendeu seus cupons promocionais falsos em todos os Estados Unidos, arrecadando um total de quase 400.000 dólares.

As perdas para as empresas foram estimadas em 31 milhões de dólares.

Um "entusiasta" dos cupons a contactou pela internet, mas avisou a polícia, pondo fim ao seu pequeno negócio.

Seu marido, encarregado do envio dos vales, foi condenado a sete anos e três meses de prisão.

Os cupons de desconto têm um peso particular nos Estados Unidos, onde despertam uma paixão para além das vantagens econômicas, com sites dedicados, comunidades de fãs e, inclusive, um reality show em 2011.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade