UAI
Publicidade

Estado de Minas NOVA YORK

Site de fofocas volta ao ar após ser suspenso por vídeo sexual de celebridade


28/07/2021 17:52

O site de fofocas Gawker, que foi forçado a se declarar em bancarrota após a publicação de um vídeo sexual de uma celebridade, será relançado com um novo dono, informou seu editor nesta quarta-feira (28).

O Bustle Digital Group informou ter contratado redatores e editores que vão trabalhar no Gawker em sua volta, que entrou em bancarrota depois que foi obrigado a pagar 140 milhões de dólares ao ex-lutador profissional Hulk Hogan pela publicação de um vídeo sexual.

O caso dividiu os defensores da liberdade de imprensa e a mídia, depois que se revelou que o bilionário do Vale do Silício tinha financiado o caso de Hogan como parte de um esforço para tirar o Gawker do ar.

Em 2016, o caso foi encerrado com um acordo que exigia que Hogan recebesse 31 milhões de dólares, além de uma parte dos ativos da Gawker Media vendidos na bancarrota.

As marcas da Gawker Media foram vendidas ao grupo midiático Univisión, e o site da Gawker foi adquirido em 2018 pelo dono do Bustle, Bryan Goldberg, em um leilão por falência.

Leah Finnegan, a nova diretora da Gawker, trabalhou na publicação de 2014 a 2015.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade