Publicidade

Estado de Minas LIMA

Castillo anuncia que enviará ao Congresso projeto de reforma da Constituição


28/07/2021 15:48 - atualizado 28/07/2021 15:52

O recém-empossado presidente do Peru, o esquerdista Pedro Castillo, anunciou nesta quarta-feira (28) em seu primeiro discurso que vai enviar ao Congresso um projeto para reformar a Constituição promulgada em 1993 pelo então presidente Alberto Fujimori.

Após afirmar que o Peru pode estar "condenado a continuar prisioneiro desta Constituição", Castillo declarou: "anuncio que apresentaremos ao Congresso um projeto de lei para reformá-la que, após ser debatido pelo Parlamento, esperamos que seja aprovado e depois submetido a um referendo popular".

A proposta de campanha de Castillo de mudar a Constituição atual, que privilegia o liberalismo econômico, foi rejeitada pela sua adversária de direita Keiko Fujimori, filha do ex-presidente, e por outros adversários políticos.

"Insistiremos nesta proposta, mas dentro do marco legal que a Constituição proporciona. Teremos que conciliar posições com o Congresso", afirmou o novo presidente, cujo partido Peru Livre tem apenas 37 das 130 cadeiras no Parlamento.

Castillo anunciou também que não vai governar o país no Palácio de Pizarro - a casa do governo - porque planeja transformá-lo em um museu.

"Não governarei na Casa de Pizarro, porque acredito que temos que romper com os símbolos coloniais. Cederemos este Palácio ao novo ministério das Culturas para que seja usado como um museu que mostre a nossa história", disse.

O professor rural de Cajamarca (norte) prometeu também, em seu discurso de quase uma hora às autoridades e dignatários estrangeiros, que retomará seus "trabalhos docentes de sempre" no fim de seu mandato, em 28 de julho de 2026.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade