Publicidade

Estado de Minas PEQUIM

Sobe para 71 número de mortos por inundações no centro da China


27/07/2021 09:47

O número de mortos nas enchentes na província chinesa de Henan (centro) aumentou para 71 pessoas nesta terça-feira (27), enquanto novas precipitações são esperadas nas cidades que ainda se recuperam das últimas chuvas.

As chuvas torrenciais fizeram a cidade de Zhengzhou registrar, em apenas três dias, a quantidade de precipitação esperada para um ano inteiro. Vagões do metrô foram inundados, surpreendendo quase 500 passageiros na hora do rush na última terça-feira (20).

As imagens dos passageiros desesperados e com água na altura dos ombros se tornaram virais nas redes sociais chinesas.

O governo municipal anunciou nesta terça-feira os nomes das vítimas mortas no metrô, em um raro esforço de transparência depois que as pessoas começaram a deixar flores na entrada da estação.

"As chuvas extremas causaram forte infiltração de água em seções da linha 5 do metrô, e os muros de contenção que protegem as linhas do metrô sucumbiram", explicou a prefeitura em um comunicado.

Os guardas do metrô chegaram a bloquear temporariamente o acesso ao tributo de flores, mas um grupo de pessoas removeu as cercas amarelas que isolavam o local na noite de segunda-feira (26), de acordo com um vídeo publicado pelo jornal estatal West China Metropolis Daily.

Uma das vítimas, identificada na lista oficial pelo sobrenome Sha, estava prestes a completar 34 anos.

"Quem teria pensado que você estava a uma parada de casa, mas que nunca mais voltaria", escreveu sua esposa na rede Weibo, o Twitter chinês.

A mulher, que não quis revelar seu nome, disse à Jimu News que denunciará a operadora do metrô por negligência.

Os jornalistas estrangeiros que cobriam as enchentes começaram a ser perseguidos nas redes sociais e no terreno, à medida que a sensibilidade a um retrato negativo da China aumentava.

Os repórteres da AFP tiveram de deletar imagens da tragédia, depois de serem cercados por dezenas de residentes hostis enquanto cobriam um túnel submerso em Zhengzhou.

As chuvas começaram em 17 de julho e afetaram quase 13 milhões de pessoas. Danificaram cerca de 9.000 casas e causaram pelo menos US$ 2 bilhões em prejuízos a Henan.

Os meteorologistas esperam fortes chuvas nesta terça, durante a passagem do tufão In Fa pela área.

Cidades que ainda tentam se recuperar das últimas enchentes, como Xinxiang, Hebi e Anyang, podem sofrer as maiores chuvas entre terça e quinta-feira, de acordo com o Observatório Meteorológico de Henan.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade