Publicidade

Estado de Minas HONG KONG

Hong Kong proíbe termos como 'presidente' ou 'governo de Taiwan' na imprensa estatal


21/07/2021 09:31

A rádio pública de Hong Kong RTHK proibiu seus funcionários de apresentarem a líder taiwanesa Tsai Ing Wen como "presidente" ou seu Executivo como um "governo", segundo as novas diretivas editoriais que copiam o estilo da imprensa pública da China continental.

Esta decisão ocorre em um contexto de maior controle da ex-colônia britânica por parte de Pequim, no momento em que as autoridades locais estão transformando a RTHK em um órgão próximo à mídia oficial chinesa, submetidos a uma estreita censura.

Em uma nota dirigida na terça-feira a toda a equipe - que a AFP teve acesso -, a direção da RTHK informa as novas regras editoriais relacionadas a Taiwan.

A ilha de 23 milhões de habitantes, refúgio depois da Guerra Civil dos nacionalistas derrotados em 1949 pelos comunistas, se chama oficialmente República da China.

Pequim ainda a considera uma província rebelde convocada a algum dia retornar ao seio da mãe pátria, pela força se necessário.

A nota esclarece que os funcionários agora estão proibidos de usar expressões "inadequadas" como "presidente de Taiwan" ou "governo de Taiwan" nos conteúdos divulgados pela rádio, televisão ou Internet.

"Em nenhuma circunstância é permitido apresentar Taiwan como um Estado soberano", continua o texto.

O serviço de imprensa da RTHK se recusou a comentar as razões desta nota.

Muitos veículos de comunicação internacionais, como a AFP, aplicam normas editoriais internas que estipulam que Taiwan não deve ser apresentado como um país, já que a grande maioroa das capitais pelo mundo não reconhecem a ilha como tal.

No entanto, não é comum proibir termos como "República da China", "presidente" ou "governo".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade