Publicidade

Estado de Minas CIDADE DA GUATEMALA

EUA e México deportaram cerca de 23.000 guatemaltecos este ano


20/07/2021 15:52

Os Estados Unidos e o México deportaram 23.684 guatemaltecos este ano, tendo o total de expulsões dos Estados Unidos diminuído e as do lado mexicano aumentado, de acordo com um relatório oficial publicado nesta terça-feira (20).

O Instituto de Migração da Guatemala informou em seu site que os Estados Unidos tinham deportado 2.508 guatemaltecos por via aérea até 16 de julho, um número muito inferior aos 13.769 enviados de volta em 31 de julho do ano passado.

Enquanto isso, o México expulsou por via terrestre 21.176 guatemaltecos até 18 de julho, um número muito superior aos 11.854 que retornaram em 31 de julho de 2020.

No ano passado, as deportações de guatemaltecos nos Estados Unidos tiveram uma redução de 61,4% em relação ao ano anterior, justificado por uma menor frequência de viagens por causa da pandemia da covid-19, indicou a mesma fonte.

Em 2020, os Estados Unidos expulsaram 21.057 guatemaltecos por via aérea, consideravelmente menos do que as 54.599 pessoas que deportaram em 2019, até agora o recorde de deportações.

Por sua vez, o México deportou 45.572 guatemaltecos em 2020, muito menos do que os 105.512 em 2019.

Todos os anos, milhares de centro-americanos, principalmente de Guatemala, El Salvador e Honduras, fazem a perigosa viagem sem documentos pelo México para chegar aos Estados Unidos, fugindo da pobreza e da violência em sua região de origem.

O Ministério das Relações Exteriores da Guatemala estima que cerca de 2,7 milhões de guatemaltecos estejam nos Estados Unidos, mas apenas 400.000 têm documentos para trabalhar.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade