Publicidade

Estado de Minas TIBLÍSSI

Canais de TV em Geórgia suspendem transmissão por 24 horas por ataques à imprensa


14/07/2021 10:11

Quatro canais de televisão independentes suspenderam por 24 horas suas transmissões para protestar contra os ataques a jornalistas que custaram a vida a um deles.

A morte no domingo de Alexandre Lashkarava, câmera de TV de 37 anos que trabalhava para o canal independente Pirveli, provocou uma onda de indignação em Geórgia.

Lachkarava foi agredido anteriormente, em 5 de julho na capital Tiflis, durante uma manifestação contra a celebração do desfile LGBTQIAP+, na qual outros 50 jornalistas também foram agredidos.

Milhares de georgianos se manifestaram para pedir a renúncia do primeiro-ministro Irakli Garibashvili e acusar o partido no poder, Sonho Georgiano, de não ter impedido a violência contra os jornalistas.

Para a ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF), a morte do jornalista marca "uma reviravolta terrível para a liberdade de informação em Geórgia".

Nesta quarta-feira, quatro televisões independentes (Pirveli, Formula, Mtavari e Kavkasia) anunciaram a suspensão de suas emissões durante 24 horas.

"Garibashvili deve renunciar. E todos os agressores de jornalistas devem ser perseguidos", exigiram os veículos de imprensa em um comunicado idêntico publicado no Facebook.

"Nosso silêncio será um grito alto e forte diante do desafio que a mídia independente enfrenta em Geórgia", declarou à AFP o editor-chefe da Pirveli, Nodar Meladze.

Centenas de jornalistas se reuniram na terça-feira em frente à casa de Alexandre Lashkarava, em Tiflis.

Garibashvili apresentou suas condolências à família do falecido e aos seus colegas, e prometeu que uma investigação começaria rapidamente.

FACEBOOK


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade