Publicidade

Estado de Minas PRAGA

Tornado deixa cinco mortos e dezenas de feridos na República Tcheca


25/06/2021 09:06

Ao menos cinco pessoas morreram e dezenas ficaram feridas na passagem de um tornado na quinta-feira por várias localidades do sudeste da República Tcheca, anunciaram as equipes de emergência, que prosseguem com as buscas por possíveis vítimas.

"É o inferno na Terra", declarou o governador regional Jan Grolich.

"Posso confirmar as mortes de cinco pessoas", afirmou Hedvika Kropackova, porta-voz do serviço local de emergência, que também citou 63 pessoas hospitalizadas, 10 delas em estado grave.

"Mas o número vai aumentar", disse, antes de destacar que as equipes prosseguiam com os trabalhos entre os escombros.

Equipes de resgate da Áustria e Eslováquia ajudam na missão e o exército tcheco foi mobilizado na região afetada.

O tornado, acompanhado por chuva de granizo, atingiu várias localidades, incluindo Hodonin, na fronteira com a Eslováquia. O fenômeno provocou danos em uma casa de repouso e em um zoológico.

Os idosos foram transferidos para um hotel da cidade, informou a prefeitura de Hodonin.

A região também sofreu cortes de energia elétrica e nesta sexta-feira 78.000 casas e empresas estavam no escuro. A queda de cabos de alta tensão provocou interrupções no tráfego da estrada que liga Praga à capital da Eslováquia, Bratislava.

O ministro do Interior, Jan Hamacek, afirmou que a tempestade afetou mais de 1.000 residências na região.

O vice-prefeito do município de Hrusky, Marek Babisz, disse que metade da cidade ficou destruída.

Ele disse ainda que especialistas avaliam as áreas mais afetadas para "determinar as residências que serão demolidas e quais podem ser salvas".

A igreja de Hursky, por exemplo, perdeu o campanário e o telhado durante o tornado.

"Agora estamos tentando garantir comida e água para que todos possam comer um pouco", disse Babisz.

A impressionante tempestade de granizou também provocou danos no castelo da cidade de Valtice, que integra a lista de patrimônio da humanidade da Unesco.

A presidente da Eslováquia, Zuzana Caputova, enviou uma mensagem de pêsames às famílias das vítimas e desejou "ânimo" aos tchecos em uma mensagem no Facebook.

A tempestade obrigou o primeiro-ministro tcheco, Andrej Babis, a permanecer em Bruxelas após a reunião de cúpula europeia, celebrada na quinta-feira, devido ao risco de pousar em Praga.

A vizinha Polônia também registrou um tornado na província de Malopolska (sul), que deixou um ferido e provocou danos materiais.

Os tornados são raros na República Tcheca. O anterior havia acontecido em 2004, quando 50 casas na cidade de Litovel (leste) foram atingidas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade