Publicidade

Estado de Minas CAIRO

Egito e empresa do 'Ever Given' alcançam acordo inicial por bloqueio do Canal de Suez


24/06/2021 11:16

O Egito e a empresa proprietária do cargueiro "Ever Given" chegaram a um acordo inicial sobre a indenização a ser paga pela companhia após o acidente que bloqueou o Canal de Suez em março, informou o chefe da Autoridade do Canal (SCA).

"Chegamos a um acordo inicial após intensas negociações entre as autoridades, os proprietários e seguradoras do navio", disse Ossama Rabie em uma entrevista com o canal DMC na quarta-feira à noite.

Segundo o funcionário egípcio, as duas partes estão "dando os retoques finais" a este acordo que poderá ser assinado "na próxima semana".

Com capacidade para mais de 200 mil toneladas, o "Ever Given" encalhou no dia 23 de março, bloqueando por seis dias a circulação no canal, por onde passa cerca de 10% do comércio marítimo mundial, segundo especialistas.

De acordo com a Autoridade do Canal de Suez (SCA), o Egito perdeu entre US $ 12 milhões e US $ 15 milhões por dia devido ao fechamento.

Uma das seguradoras, UK Club, também anunciou em comunicado que as partes chegaram a um acordo de "princípio, com o proprietário do navio e suas outras seguradoras. Estamos trabalhando om a SCA para finalizá-lo e assiná-lo o mais rápido possível", diz o texto, que acrescenta que a assinatura deve levar à liberação do navio, retido pelas autoridades egípcias desde março.

No entanto, nenhuma informação foi divulgada sobre o valor da indenização, e Rabie especificou que as partes concordaram em não divulgar nada antes da assinatura efetiva do acordo.

Inicialmente, Cairo reivindicou US $ 916 milhões, depois reduziu a quantia para US $ 600 e depois para US $ 550 milhões.

Em março, um total de 422 navios com 26 milhões de toneladas de carga ficaram bloqueados.

SCA - SVENSKA CELLULOSA AB


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade