Publicidade

Estado de Minas TEL AVIV

Vacinas rejeitadas pelos palestinos 'são totalmente válidas', afirma Israel


19/06/2021 15:37

O Ministério da Saúde de Israel insistiu neste sábado em que os lotes de vacinas contra a Covid-19 que a Autoridade Palestina rejeitou porque estavam prestes a vencer são "totalmente válidos".

A Autoridade Palestina anulou ontem um acordo fechado com Israel para que o país lhe proporcionasse 1 milhão doses da vacina Pfizer, alegando que um lote inicial de cerca de 90 mil doses não respeitava as características do acordo.

O Ministério da Saúde israelense afirmou hoje que as doses que havia expedido são "totalmente válidas", embora o gabinete do premier tivesse reconhecido ontem que as mesmas estavam prestes a vencer.

"O Ministério da Saúde palestino recebeu vacinas Pfizer válidas, com datas de vencimento conhecidas, acordadas e que cumpriam o acordo fechado pelas duas partes", afirmou o ministério israelense.

PFIZER


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade