Publicidade

Estado de Minas LILONGWE

Malawi enfrenta escassez de vacinas anticovid


19/06/2021 12:47

O atraso na entrega ao Malawi de vacinas contra a covid-19 provocou uma escassez nos hospitais, quando muitos habitantes aguardam sua segunda dose, anunciou o Ministério da Saúde.

Este país do sul da África, onde a campanha de imunização começou em abril, recebeu até agora mais de 450.000 doses da vacina da AstraZeneca, a maior parte graças à ONU.

O Malawi esperava o dobro das unidades para o final de maio, quatro semanas antes da data prevista para a aplicação da segunda dose para as primeiras pessoas vacinadas.

No entanto, essas entregas se atrasaram pela suspensão das exportações do principal país produtor da vacina da AstraZeneca, a Índia, que enfrenta uma nova onda de contágios.

"A situação na Índia atrasou as entregas", declarou à AFP a ministra da Saúde, Khumbize Kandodo, que afirmou que essas doses chegarão em julho ou agosto.

O Malawi espera vacinar 60% de sua população, ou seja, cerca de 11 milhões de pessoas, até o fim do ano. Apenas 380.600 receberam uma dose, das quais 33.200 estão completamente imunizadas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade