Publicidade

Estado de Minas PEQUIM

'Ouça o Partido': convoca comunismo chinês às vésperas do centenário


17/06/2021 11:25

Faixas vermelhas, cartazes e decorações coloridas em homenagem ao "socialismo chinês" florescem por todo gigante asiático, à medida que se aproxima o centenário da fundação do Partido Comunista neste país, em 1º de julho.

Com mais de 91 milhões de membros, o Partido Comunista Chinês (PCC, ou PCCh) aproveitará o aniversário para enaltecer o excepcional crescimento do país, que, sob seu comando e com uma brutal transformação social e econômica, saiu da extrema pobreza até chegar ao posto de segunda potência econômica mundial.

Junto às lojas de bairro, ou à beira das estradas, enormes cartazes ostentam o número "100" em vermelho, acompanhados da foice e do martelo, símbolos do comunismo.

"Ouça o Partido, aprecie o Partido, siga o Partido", diz um dos slogans.

A propaganda faz parte da vida cotidiana na China. Mesmo em tempos normais, nas ruas, são onipresentes "outdoors" e cartazes vermelhos que dão conselhos, estímulo, ou transmitem mensagens oficiais.

"Vamos construir por toda parte uma imagem civilizada, sejamos todos cidadãos civilizados", diz um cartaz, com a silhueta de uma família ao fundo.

Outros pôsteres homenageiam Lei Feng, o soldado modelo mais famoso desde a época maoísta (1949-1976), enquanto um telão no centro de Pequim elogia as conquistas do Exército.

"Vamos erguer uma nova geração de soldados revolucionários impetuosos, capazes, corajosos e de moral firme", diz uma mensagem, na qual soldados estão em fileira, de capacete e de baioneta nas mãos.

O PCC foi fundado em 1921, em Xangai. Para o seu centenário, em 1º de julho, o país estreará um filme patriótico com a participação de várias personalidades do país. Além disso, uma cerimônia de entrega de medalhas está prevista para acontecer em Pequim, e um desfile está sendo preparado em segredo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade