Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Lobos nascem no estado americano do Colorado pela primeira vez em 80 anos


10/06/2021 18:17

O Colorado anunciou esta semana o nascimento, pela primeira vez em 80 anos, de uma ninhada de lobos-cinzentos, um marco importante nos esforços para reintroduzir a espécie neste estado americano.

No começo de junho, um biólogo do estado e um funcionário encarregado da gestão de recursos naturais informaram ter observado à distância dois lobos previamente identificados, John e Jane, com três filhotes.

As ninhadas costumam ter de quatro a seis filhotes, portanto é possível que outros lobos recém-nascidos ainda não tenham sido avistados.

"O Colorado é agora o lar da nossa primeira ninhada de lobos desde a década de 1940", disse o governador Jared Polis em um comunicado publicado na quarta-feira, qualificando o fato de "histórico".

Os moradores deste estado votaram no ano passado a favor de uma lei para reintroduzir estes predadores até 2023.

"Continuamos monitorando ativamente o covil, enquanto prestamos muita atenção para não pôr em risco inadvertidamente a sobrevivência destes jovens" lobos, disse a bióloga Libbie Miller. "Não incomodá-los continua sendo nossa principal preocupação".

Cerca de 250.000 lobos habitavam o país antes de os colonos europeus realizarem campanhas de extermínio durante o século XX.

Hoje em dia, há cerca de 6.000 lobos-cinzentos distribuídos por 48 estados. Só havia mil quando os Estados Unidos os declararam espécie protegida no final da década de 1970.

Apesar da boa notícia proveniente do Colorado, grupos ambientalistas continuam muito preocupados com o futuro da espécie, depois que o ex-presidente americano Donald Trump a despojou de algumas proteções federais no ano passado, expondo-a à caça.

Em março, caçadores do Wisconsin mataram 216 lobos em três dias, o dobro do permitido, o que representava quase 20% da população naquele estado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade