Publicidade

Estado de Minas PARIS

Renault anuncia que está sendo investigada por suposta "fraude"


08/06/2021 15:06

A fabricante automobilística francesa Renault anunciou nesta terça-feira (8) que está sendo investigada por uma suposta fraude nos controles de poluição de motores a diesel de veículos antigos.

A justiça europeia abriu, no final de 2020, a possibilidade de investigar, na França, as fabricantes envolvidas no escândalo conhecido como "dieselgate", que em 2015 movimentou o setor na Alemanha, e que acabou custando milhões de dólares às montadoras.

A Volkswagen reconheceu, no outono de 2015, que havia equipado 11 milhões de veículos a diesel com um programa que podia dissimular os níveis de emissões de gases, que chegavam em alguns casos a superar 40 vezes os limites legais.

A empresa alemã teve que pagar mais de 30 bilhões de dólares nos Estados Unidos, onde se declarou culpada de fraude.

A Renault deverá pagar uma fiança de 20 milhões de euros (24 milhões de dólares) e uma garantia bancária suplementar de 60 milhões de euros no caso de possíveis indenizações, afirmou a empresa em um comunicado.

A fabricante se defendeu de "ter cometido qualquer mínima infração" e destacou que "seus veículos não estão equipados com programas fraudulentos".

Renault


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade