Publicidade

Estado de Minas GENEBRA

Navalny dedica seu "Prêmio pela Coragem" a prisioneiros políticos na Rússia e Belarus


08/06/2021 13:07

O opositor russo Alexei Navalny dedicou seu "Prêmio pela Coragem", concedido por 25 organizações de direitos humanos, a prisioneiros políticos na Rússia e Belarus, disse sua filha, que recebeu o prêmio em nome de seu pai, preso na Rússia.

Este prêmio anual coincide com a Cúpula para Direitos Humanos e Democracia, que reúne centenas de ativistas e vítimas de todo o mundo em Genebra.

Este ano, devido à pandemia de covid-19, a cúpula foi realizada online.

Daria Navalnaia, de 20 anos, explicou que seu pai escreveu pedindo que ela dedicasse "este prêmio a todos os prisioneiros na Rússia e em Belarus".

Na carta, Navalny lembra que "a maioria deles está em uma situação muito pior do que a dele, porque não são tão conhecidos ou famosos, mas devem saber que não estão sozinhos ou esquecidos", declarou a jovem.

"Temos que lembrar aqueles que estão lutando por nossa liberdade, e devemos ajudar e apoiar eles e suas famílias", ele continuou.

Emocionada, ela também contou como a polícia entrou pela primeira vez na casa da família quando ela tinha 10 anos.

"Para encerrar este discurso, quero repetir algo que meu pai disse uma vez: a Rússia merece ser livre e feliz, e será. Acredito firmemente nisso."

Hillel Neuer, diretor da ONG UN Watch, uma das organizadoras da cúpula, disse que Navalny foi escolhido "por sua extraordinária coragem em acionar o sinal de alarme sobre as graves violações dos direitos humanos do povo russo pelo regime de (Vladimir) Putin".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade