Publicidade

Estado de Minas LIMA

Bolsa do Peru cai mais de 7% e dólar atinge nível recorde em meio a incertezas eleitorais


07/06/2021 14:39

O mercado de ações de Lima abriu nesta segunda-feira(7) com uma queda acentuada, com o dólar subindo para um preço recorde de 3,94 soles em meio à incerteza sobre a contagem das eleições presidenciais de domingo, que dá ao esquerdista Pedro Castillo uma ligeira vantagem.

O Índice Geral S & P / BVL Peru, o mais representativo da bolsa de valores de Lima, caiu 7,22% por volta do meio-dia.

Todos os índices setoriais caíram, com as quedas mais pronunciadas na indústria (-11,75%) e na construção (-11,04%).

O dólar subiu ao nível recorde de 3.945 soles no mercado interbancário, 2,27% a mais que na sexta-feira, após a votação que ainda não tem um vencedor entre a candidata de direita Keiko Fujimori e Castillo, após a apuração de mais de 94,06% dos votos.

Nas casas de câmbio do distrito turístico de Miraflores, a moeda norte-americana foi vendida por 3,95 soles, uma alta histórica, observou um jornalista da AFP.

O preço do dólar vem subindo no Peru devido à incerteza política desde os dias anteriores ao primeiro turno das eleições de 11 de abril.

Os mercados veem com desconfiança as propostas de Castillo, que promove maior protagonismo do Estado na economia, enquanto Keiko promete manter o atual modelo neoliberal promovido por seu pai, o ex-presidente Alberto Fujimori, na década de 1990.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade