Publicidade

Estado de Minas SAN SALVADOR

Presidente de El Salvador ordena multa a empresas de TV por bloquearem seu discurso


02/06/2021 20:30

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, ordenou nesta quarta-feira uma multa a duas empresas de telecomunicações por suspeita de terem "bloqueado" em seus serviços de TV por assinatura a rede nacional que transmitiu seu discurso de dois anos no poder.

O presidente ordenou no Twitter à Superintendência-Geral de Energia Elétrica e Telecomunicações (Siget) que faça com que a lei seja cumprida, motivo pelo qual a "Tigo El Salvador e a Claro El Salvador serão multadas e deverão ressarcir o valor cobrado por um serviço que não prestaram. Até o momento, nem o governo, nem a Siget informaram o valor da multa que será aplicada às duas empresas, que, além de TV por assinatura, oferecem serviços de internet e telefonia móvel e residencial.

O presidente compareceu ao Congresso ontem para prestar contas sobre seus dois anos no cargo. O discurso foi transmitido em rede nacional de rádio e TV. No entanto, Bukele destacou que o fato de ambas as empresas "terem bloqueado a rede nacional em muitas de suas plataformas não se trata apenas de uma violação da Lei das Telecomunicações, mas, também, de um exemplo claro do aparelho ideológico tentando controlar o Estado", afirmou.

De acordo com Bukele, muitos usuários também denunciaram que ambas as empresas teriam cortado o serviço de internet durante a transmissão.

"Assim o faremos, presidente Nayib Bukele", tuitou o superintendente de Energia Elétrica e Telecomunicações, Manuel Aguilar. "Nossas equipes trabalham nesse caso. Tigo El Salvador e Claro El Salvador sofrerão consequências", alertou.

ob / mps / lb


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade