Publicidade

Estado de Minas CHINA

Blogueiro chinês condenado a prisão por 'difamar os mártires' do país

Qiu Ziming, de 38 anos, tem mais de 2,5 milhões de seguidores e foi condenado a oito meses de prisão pelo tribunal da cidade de Nanjing


01/06/2021 06:11 - atualizado 01/06/2021 09:09

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
A China condenou um famoso blogueiro pela acusação de "difamar os mártires" ao sugerir que o número de mortos no confronto do ano passado na fronteira entre China e Índia foi superior aos quatro anunciados oficialmente.

Qiu Ziming, 38 anos, que tem mais de 2,5 milhões de seguidores no Weibo, a rede social chinesa similar ao Twitter, foi condenado a oito meses de prisão, anunciou o tribunal da cidade de Nanjing.

Qiu "infringiu a reputação e a honra de heróis e mártires ... e confessou seus crimes", afirma o veredicto.

No Weibo, Qiu sugeriu que o balanço real de mortes poderia ser maior que o divulgado oficialmente.

Ele é a primeira pessoa detida com base em um novo dispositivo da lei penal chinesa que proíbe a "difamação de mártires e heróis".

Depois de meses de silêncio, o exército chinês anunciou em fevereiro que quarto soldados morreram em um confronto com tropas indianas no disputado vale de Galwan em junho do ano passado.

Esta foi o pior conflito na fronteira entre China e Índia em décadas.

Os soldados foram homenageados de maneira póstuma como "heróis defensores da fronteira".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade