Publicidade

Estado de Minas OTTAWA

Trudeau pede desculpas a ítalo-canadenses por tratamento na 2ª Guerra Mundial


27/05/2021 21:49

O Canadá se desculpou formalmente nesta quinta-feira (27) por deter mais de 600 ítalo-canadenses durante a Segunda Guerra Mundial.

O primeiro-ministro Justin Trudeau, dirigindo-se à Câmara dos Comuns, também se desculpou pelos danos sofridos por membros da comunidade, dos quais cerca de 31 mil foram declarados "estrangeiros inimigos".

"Às dezenas de milhares de ítalo-canadenses inocentes que foram rotulados como estrangeiros inimigos, aos filhos e netos que carregaram a vergonha e a mágoa de uma geração passada e à sua comunidade, uma comunidade que deu tanto ao nosso país, pedimos desculpas", disse Trudeau.

Em 1940, depois que a Itália entrou na guerra como aliada da Alemanha, mais de 600 italianos foram detidos em campos no Canadá, segundo dados do gabinete de Trudeau.

Hoje, o país abriga cerca de 1,6 milhão de ítalo-canadenses, uma das maiores diásporas italianas do mundo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade