Publicidade

Estado de Minas BOGOTÁ

Rejeição a Duque bate recorde em meio a protestos na Colômbia (pesquisa)


25/05/2021 16:58

A rejeição à gestão do presidente Iván Duque alcançou uma máxima histórica, em meio aos protestos contra o governo, que já duram quase um mês na Colômbia, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira.

Um total de 76% dos entrevistados disseram desaprovar "o desempenho" do presidente, contra 59% em fevereiro, segundo a empresa Invamer. Duque superou o ex-presidente conservador Andrés Pastrana (1998-2002), que detinha o recorde de impopularidade, com 74%, segundo a mesma pesquisa.

Um total de 89% disseram concordar com as manifestações, que rejeitam um aumento de impostos, e 56% disseram ter uma imagem negativa da polícia, duramente questionada devido à repressão aos protestos.

A pesquisa mostra o descontentamento da população com as políticas de Duque, que se viu obrigado a desistir do projeto tributário com o qual pretendia atenuar a crise econômica causada pela pandemia. A repressão violenta da polícia, no entanto, inflamou a revolta popular.

O desemprego, que atinge 16,8% da população das cidades, é a principal preocupação dos colombianos, aponta o estudo, que ouviu por telefone 1.200 pessoas entre 23 de abril e 22 de maio e tem margem de erro de 5%.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade