Publicidade

Estado de Minas CAIRO

Egito reduz exigências de compensação por bloqueio do Canal de Suez


24/05/2021 10:52

A Autoridade do Canal de Suez (SCA) reduziu a 550 milhões de dólares a indenização que exige pelo bloqueio do canal em março por parte do porta-contêineres "Ever Given", depois de pedir US$ 916 milhões em abril.

"Depois que a empresa proprietária do navio nos informou que o valor das mercadorias transportadas era de 750 milhões de dólares, reduzimos a quantia a 550 milhões de dólares, por respeito", afirmou o diretor da SCA, o almirante Osama Rabie.

Cairo havia exigido inicialmente 916 milhões de dólares, uma quantia estabelecida depois de calcular o valor das mercadorias no porta-contêineres em "3 bilhões de dólares", segundo Rabie.

O "Ever Given", com capacidade para transportar mais de 200.000 toneladas, encalhou em 23 de março, bloqueando por completo o tráfego nesta rota marítima que une Ásia e Europa e pela qual, segundo os especialista, circula quase 10% do comércio marítimo internacional.

O bloqueio durou quase uma semana e cada dia de paralisação representou, de acordo com a seguradora Allianz, perdas de entre 6 e 10 bilhões de dólares.

De acordo com a SCA, o Egito perdeu entre 12 e 15 milhões de dólares por dia de fechamento do canal.

No domingo, um tribunal egípcio confirmou o bloqueio do navio, que permanece ancorado em um dos lagos do canal desde o fim de março, e rejeitou uma denúncia da empresa proprietária japonesa que havia exigido a libertação.

SCA - SVENSKA CELLULOSA AB

ALLIANZ


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade