Publicidade

Estado de Minas NOVA YORK

Petróleo sobe em meio ao pânico de motoristas nos EUA com escassez


12/05/2021 19:56

Os preços do petróleo avançaram nesta quarta-feira (12) em meio a uma pequena redução das reservas comerciais de óleo bruto nos Estados Unidos, mas sobretudo devido à escassez de gasolina nos postos do país, após o ciberataque a um importante oleoduto que impulsionou os consumidores a comprar combustível.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em julho fechou em alta de 1,12% a 69,32 dólares.

Em Nova York, o barril de WTI para entrega em junho subiu 1,22% a 66,08 dólares.

As reservas comerciais de petróleo bruto nos Estados Unidos caíram 400.000 barris na semana terminada em 7 de maio, menos do que o esperado pelos analistas, segundo o informe da Agência de Informação sobre Energia (EIA).

Os estoques de petróleo cru caíram a 484,7 milhões de barris (mb) na semana passada, segundo o informe divulgado na quarta-feira pela EIA, que foi elaborado antes do ciberataque sofrido por uma das principais transportadoras de petróleo dos Estados Unidos, a Colonial Pipeline.

Os analistas consultados pela agência Bloomberg esperavam uma redução de 2,1 milhões de barris.

- Escassez? -

"Para o mercado, as preocupações giram em torno do oleoduto, não das reservas", resumiu Andy Lipow, presidente da consultoria Lipow Oil Associates.

Depois deste ataque cibernético, o pânico dos motoristas em busca de gasolina na costa leste dos Estados Unidos se estendeu nesta quarta-feira, seis dias após o fechamento do imenso oleoduto da Colonial Pipeline.

Uma dúzia de estados, da Flórida à Virgínia, declararam estado de urgência, uma decisão que reforçou o estresse dos consumidores que chegavam aos postos com galões.

"A percepção do público é que a escassez é grave e é preciso encher o tanque", comentou Lipow.

"Acontece que a demanda de gasolina é duas a três vezes maior do que o habitual, o que agrava a situação", acrescentou o analista.

Na Flórida, 73% dos postos da região de Pensacola registravam escassez de gasolina, segundo Patrick De Haan, do site especializado em preços de combustíveis GasBuddy.

Em todo o estado da Carolina do Norte, quase um em cada três postos não tem gasolina e a cifra é de 6 em cada 10 em Atlanta, capital da Geórgia.

Na Virgínia e em Washington DC, 10% dos postos estão desabastecidos, segundo a mesma fonte.

A Colonial Pipeline anunciou que espera restabelecer o essencial de suas atividades até o fim de semana. Um ataque de 'ransomware' na sexta-feira obrigou a companhia a fechar toda a sua rede.

Nesta quarta-feira, a empresa reportou o reinício das operações por volta das 21H00 GMT (18h de Brasília). Em um comunicado, informou que serão necessários "vários dias" antes de voltar a operar normalmente em uma rede que transporta 45% da gasolina, o gasóleo e o combustível de aviação das refinarias no Golfo do México até a costa leste.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade