Publicidade

Estado de Minas NOVA DÉLHI

Premiê indiano não irá à cúpula do G7 por crise da covid-19


11/05/2021 13:19 - atualizado 11/05/2021 13:19

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, estará ausente da cúpula do G7, que acontece em junho, na Inglaterra, devido à grave crise pela pandemia de covid-19 que afeta o país - informou seu governo nesta terça-feira (11).

"Por causa da situação ligada à covid, decidiu-se que o primeiro-ministro não assista pessoalmente à cúpula do G7", para a qual foi convidado, disse o porta-voz do Ministério indiano das Relações Exteriores, Arindam Bagchi.

A decisão de participar virtualmente da reunião de líderes em junho na Cornuália, no sul da Inglaterra, foi tomada no momento em que a Índia registrava, na segunda-feira, quase 330.000 novos casos de contágio e cerca de 3.900 mortes.

Também está ligado a um alarme sobre a possibilidade de teriam havido infectados por coronavírus no início de maio em uma delegação do Ministério indiano das Relações Exteriores.

O chefe da diplomacia indiana, Subrahmanyam Jaishankar, que viajou à Grã-Bretanha para as reuniões prévias do G7 com seus homólogos, indicou na ocasião que evitaria encontros face a face após possível exposição a casos positivos de covid-19.

País com 1,3 bilhão de habitantes, a Índia é o segundo mais infectado do mundo, depois dos Estados Unidos, com quase 23 milhões de casos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade