Publicidade

Estado de Minas BRUXELAS

Bruxelas suspende esforços para ratificar pacto de investimentos com a China


04/05/2021 14:54

A Comissão Europeia suspendeu seus esforços para ratificar na União Europeia (UE) o acordo sobre investimentos concluído com a China no final de 2020, considerando a atual conjuntura política inadequada, informou à AFP o seu vice-presidente, Valdis Dombrovskis.

"Por enquanto, (...) suspendemos alguns esforços de sensibilização política por parte da Comissão Europeia, já que está claro que, na situação atual, (...) o ambiente não é propício à ratificação", apontou Dombrovskis.

O responsável do Comércio do executivo referiu-se às sanções impostas pela UE aos funcionários chineses pelo tratamento dado à minoria muçulmana uigur. Pequim respondeu, por sua vez, sancionando parlamentares e fundações europeias.

"Não podemos ignorar o contexto mais amplo das relações a UE e a China", acrescentou o funcionário.

A Comissão Europeia, que negocia acordos comerciais em nome dos 27 países do bloco, fechou um acordo de investimentos com Pequim no final de 2020, após anos de bloqueio.

Os diferentes países da UE ainda têm de se pronunciar sobre o pacto, assim como o Parlamento Europeu.

"De qualquer forma, as razões do acordo (...) continuam presentes. Ainda há uma assimetria nas relações" com a China, disse Dombrovskis, para quem o acordo "ajudaria a resolver essa assimetria".

Bruxelas também vai propor na quarta-feira que lhe sejam conferidos poderes para investigar grupos estrangeiros apoiados por um Estado que procuram comprar empresas europeias, uma legislação que visa particularmente Pequim.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade