Publicidade

Estado de Minas PEQUIM

China aplicará fortes multas a quem desperdiçar alimentos


29/04/2021 10:22

A China aprovou nesta quinta-feira (29) uma lei para combater o desperdício de alimentos, com fortes multas, em um país onde é costume pedir pratos em excesso durante os jantares nos restaurantes.

Afetada no início dos anos 1970 por uma fome que cobrou dezenas de milhões de vidas, a China se tornou uma potência econômica e o maior importador mundial de produtos alimentícios.

Os banquetes gigantescos são a regra em certos círculos sociais, até o ponto de comover o presidente chinês Xi Jinping que, em agosto passado, pediu aos seus compatriotas mais moderação e o fim do desperdício.

O Parlamento chinês votou nesta quinta um texto que torna o desperdício de alimentos um crime.

No caso de sobras, a lei abre a possibilidade aos serviços de restaurantes de cobrarem a mais aos seus clientes, informou a televisão pública CCTV. Já os que terminarem corretamente seu prato poderão ser "recompensados", diz o canal, sem mais detalhes.

Os donos de restaurantes que incentivarem a pedir muita comida podem ter que pagar uma multa máxima de 10.000 yuanes (1.540 dólares, ou seja, mais que o salário mensal médio).

Além disso, o texto sanciona com severidade os vídeos de competições alimentares, populares online, nas quais os indivíduos competem por quem ingere mais comida. A produção ou divulgação desse tipo de vídeo será punida com uma multa de 100.000 yuanes (15.400 dólares).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade