Publicidade

Estado de Minas FRANKFURT

BioNTech acredita na aprovação de vacina contra covid na UE para jovens de 12 e 15 anos


29/04/2021 06:46

O laboratório alemão BioNTech está prestes a apresentar à União Europeia (UE) um pedido para que sua vacina contra a covid-19, desenvolvida em parceria com a americana Pfizer, seja autorizada para adolescentes entre 12 e 15 anos a partir de junho.

"Na Europa, estamos nas últimas etapas antes de apresentar os dados dos testes clínicos à Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e a validação levará entre quatro e seis semanas", afirmou Ugur Sahin, cofundador e diretor da BioNTech, à revista alemã Spiegel.

No momento, a vacina está autorizada apenas para as pessoas com mais de 16 anos.

Nos Estados Unidos, a BioNTech e sua sócia Pfizer apresentaram no início de abril um pedido para ampliar a autorização da vacinação e alcançar a população de entre 12 e 15 anos.

O pedido é baseado em dados de testes clínicos em fase 3 nesta faixa de idade publicados no fim de março, que "demonstraram eficácia de 100%" para evitar a doença, segundo os laboratórios.

A vacina também foi "bem tolerada e os efeitos colaterais observados estavam em linha com os registrados" entre as pessoas de entre 16 e 25 anos, afirmaram os laboratórios.

Para as crianças com idades entre 5 e 12 anos, Sahin acredita que existirão mais dados clínicos em julho e que tudo indica que pode acontecer uma autorização em setembro, quando as crianças retornam às aulas no hemisfério norte.

Na quarta-feira, Sahin afirmou que na Europa será possível alcançar uma "imunidade coletiva em julho ou no mais tardar agosto", e expressou confiança na vacina para combater novas variantes do vírus como a registrada na Índia.

BioNTech


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade