Publicidade

Estado de Minas MADRI

Sánchez critica ameaças de morte a dirigentes políticos espanhóis


22/04/2021 20:37

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, condenou nesta quinta-feira (22) as ameaças de morte recebidas pelo ministro do Interior, Fernando Grande-Marlaska, o ex-vice-presidente e líder do Podemos, Pablo Iglesias, e um alto funcionário das forças de segurança.

O ministro do Interior, Fernando Grande-Marlaska, o líder do Podemos, da esquerda radical, Pablo Iglesias, e a diretora da Guarda Civil, María Gámez, receberam cartas de ameaças de morte com balas nos envelopes.

"Nossa condenação retumbante das graves ameaças recebidas por Marlaska, Gámez e Iglesias", escreveu Sánchez junto com o link para as notícias nas cartas.

"Para enfrentar qualquer discrepância, a palavra. Diante das ameaças e da violência, justiça e democracia", escreveu Sánchez.

Essas ameaças de morte ocorrem em meio à tensa campanha para as eleições regionais em Madri, que serão realizadas em 4 de maio.

"Eles ameaçam a democracia. Porque não nos atacam por quem somos, mas pelo que representamos", tuitou Iglesias, que postou na rede social a carta manuscrita com ameaças de morte a ele e sua família e as quatro balas que recebeu na carta.

"Hoje sou eu, mas, se a impunidade e o embranquecimento midiático da extrema-direita continuarem, amanhã serão outros companheiros", acrescentou.

Iglesias deixou o cargo de segundo vice-presidente em março para liderar a candidatura do Unidas Podemos (esquerda alternativa) nessas eleições regionais.

Grande-Marlaska, juiz de profissão, e Iglesias foram acusados por grupos de extrema-direita de serem muito brandos com a chegada de migrantes e o separatismo catalão.

Após sua nomeação no ano passado, Gámez se tornou a primeira mulher a chefiar a polícia estatal.

As três cartas de ameaça foram enviadas na segunda-feira e com o mesmo carimbo, segundo a imprensa espanhola.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade