Publicidade

Estado de Minas MINNEAPOLIS

Agente que atirou em jovem em Minneapolis diz que confundiu arma com taser


12/04/2021 15:08

A agente que atirou no domingo (11) em um jovem negro nos subúrbios de Minneapolis confundiu sua pistola elétrica de imobilização com sua arma de fogo, segundo um comandante da polícia nesta segunda-feira (12).

"A policial sacou sua pistola no lugar do taser", disse Tim Gannon, comandante da polícia da cidade de Brooklyn Center em uma coletiva de imprensa.

"Foi um tiro acidental que resultou na trágica morte" de Daunte Wright.

A morte de Wright gerou protestos em Minneapolis, num momento em que a cidade já está sob tensão por causa do julgamento contra o ex-policial branco Derek Chauvin pela morte do afro-americano George Floyd.

"Não há nada que eu possa dizer para aliviar a dor da família Wright", disse.

Gannon exibiu à imprensa um vídeo da câmera de um agente mostrando os policiais puxando o jovem para fora de seu carro depois de pará-lo por uma infração de trânsito.

Enquanto Wright luta com a polícia, uma agente grita "taser, taser".

Em seguida, ela grita "meu Deus, eu atirei nele", enquanto o jovem ferido se afasta.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade