Publicidade

Estado de Minas CIDADE DO PANAMÁ

Secretário pessoal de ex-presidente panamenho é preso na Itália


08/04/2021 16:38

O secretário pessoal do ex-presidente panamenho Ricardo Martinelli (2009-2014) foi preso na Itália, após passar anos foragido da Justiça, que o procurava por escândalos de corrupção que também apontam para o ex-chefe de Estado, anunciou nesta quinta-feira o governo do Panamá.

"Segundo informações recebidas de autoridades italianas, Adolfo de Obarrio Manzini está detido desde a noite deste 7 de abril, na cidade de Milão", informou a chancelaria panamenha. De Obarrio, 39, foi secretário pessoal de Martinelli durante seu mandato e fugiu do Panamá em 2014, com o início das primeiras investigações contra o ex-governante por corrupção.

Em junho, Martinelli enfrentará um julgamento por escutas ilegais, enquanto a promotoria também busca que ele responda por lavagem de dinheiro. Além de De Obarrio, uma dúzia de ex-ministros de Martinelli foram detidos em vários casos.

A Justiça panamenha acusa De Obarrio de vários crimes em um programa estatal de ajudas, pelo qual também foram investigados Martinelli e vários de seus ministros. De Obarrio é acusado de enriquecimento ilícito, peculato, fraude e corrupção de funcionários, por suspeita de ter inflado preços em vários contratos e de ter cobrado propina de empresários.

Martinelli afirma que as acusações se tratam de uma perseguição política para impedir que ele se candidate nas eleições gerais de 2024.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade