Publicidade

Estado de Minas ABUJA

Mais de 1.800 presos escapam de prisão da Nigéria após ataque


05/04/2021 15:48 - atualizado 05/04/2021 15:49

Mais de 1.800 presos escaparam nesta segunda-feira de uma prisão no estado de Imo, no sudeste da Nigéria, após um ataque de "homens armados", disseram os serviços penitenciários nigerianos.

"Homens armados não identificados atacaram a prisão de Owerri por volta das 2h15 da madrugada desta segunda-feira, 5 de abril (...) e libertaram 1.844 detidos", disse Francis Enoborre, porta-voz dos serviços penitenciários, especificando que explosivos foram usados na ação.

"Testemunhas dizem que viram um número significativo de homens armados a bordo de caminhonetes (...) Eles imediatamente atacaram os funcionários da prisão antes de explodir o portão principal", acrescenta o comunicado.

Por sua vez, o assessor de imprensa do serviço penitenciário estadual de Imo, James Madugba, confirmou o atentado e convidou os moradores a "continuarem seus afazeres", afirmando que "a situação está sob controle".

O estado vizinho de Abia decretou um toque de recolher das 22h00 às 06h00 devido a este ataque, o maior contra uma prisão na história recente do país.

O presidente nigeriano Mahammadu Buhari condenou o ocorrido, classificando seus autores como "terroristas e anarquistas", mas sem mencionar o movimento do Povo Indígena de Biafra (IPOB).

Emma Powerful, porta-voz do grupo, rejeitou qualquer vínculo com o ataque à prisão, em um comunicado enviado à AFP.

O IPOB mantém sua ambição separatista em Biafra. Vídeos recentes mostram centenas de combatentes em treinamento.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade