Publicidade

Estado de Minas MOSCOU

Rússia registrou recorde de temperatura média em 2020


25/03/2021 13:25 - atualizado 25/03/2021 13:25

A Rússia registrou uma temperatura média recorde em 2020, o que provocou um retrocesso histórico da calota polar durante o verão boreal (inverno no Brasil) - anunciou o instituto meteorológico Rosguidromet, em um relatório divulgado nesta quinta-feira (25).

Em 2020, a temperatura média anual foi 3,22ºC superior à média do período de referência (1961-1990), e 1ºC acima do recorde precedente de 2007, constatou o centro, referindo-se a um ano "extremamente quente, tanto no nosso país, quanto em todo planeta".

O documento diz ainda que "o índice de aquecimento na Rússia é, em média, muito mais elevado do que a média do mundo", estimando que, desde 1976, a temperatura média no país aumentou 0,51°C por década.

Rosguidromet também advertiu sobre uma "tendência estável para uma redução do gelo que recobre o Ártico", motivo pelo qual a rota marítima do norte "estava quase totalmente livre de gelo" no final do verão passado, até se situar em seu nível histórico "mais baixo".

Em comparação aos anos 1980, a superfície do gelo é "cinco a sete vezes menor", afirma a agência.

Nestes últimos anos, a Rússia foi palco de incêndios e de temperaturas sem precedentes. Cada vez mais frequentemente, acontecem incêndios florestais devastadores na Sibéria, devido a ondas de calor até agora pouco habituais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade