Publicidade

Estado de Minas LIMA

Peru recebeu pedido de asilo de ministra da ex-presidente boliviana Áñez


15/03/2021 19:34

O governo peruano anunciou nesta segunda-feira (15) ter recebido um pedido de asilo de Roxana Lizarraga, que foi ministra das Comunicações da Bolívia durante o governo da ex-presidente Jeanine Añez, presa no sábado.

"Em coordenação com o @ACNUR, a @CancilleriaPeru recebeu o pedido de refúgio da Sra. Roxana Lizarraga Vera, ex-Ministra de Comunicações da Bolívia do governo da ex-presidente Jeanine Áñez", informou o Ministério das Relações Exteriores do Peru por meio de sua conta no Twitter.

Lizarraga, advogada, jornalista e apresentadora de televisão de 47 anos, foi a primeira ministra de Comunicações de Áñez, que assumiu o poder na Bolívia em novembro de 2019, após a renúncia do esquerdista Evo Morales em meio a uma forte convulsão social.

A ex-ministra ocupou o cargo até sua renúncia, em janeiro de 2020. Seu pedido de asilo ao Peru tornou-se conhecido dois dias depois que Áñez foi presa na Bolívia por ordem judicial, em uma investigação sobre um suposto golpe de Estado contra Morales.

Uma juíza deliberou quatro meses de prisão preventiva à ex-presidente no domingo, a pedido do Ministério Público da Bolívia.

"Mandaram-me ficar 4 meses detida para aguardar o julgamento por um 'golpe' que nunca aconteceu", afirmou Áñez no Twitter, depois de ouvir a decisão da juíza Regina Santa Cruz, em audiência cautelar que durou várias horas por meio de uma plataforma virtual.

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, e a União Europeia pediram o respeito ao devido processo e à independência judicial, uma situação que em Bruxelas qualificou como "preocupante".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade