Publicidade

Estado de Minas RIADE

Porto saudita e instalações petrolíferas da Aramco são alvos de ataques


07/03/2021 19:35 - atualizado 07/03/2021 19:37

Um drone atacou neste domingo (7) um porto saudita e as instalações petrolíferas da gigante energética Aramco foram atingidas por um míssil no leste do país, informou o Ministério da Energia.

"Uma das áreas de depósitos no porto petroleiro de Ras Tanura (leste), um dos maiores do mundo, foi atacada esta manhã por um drone proveniente do mar", destacou o Ministério em um comunicado.

Mais tarde neste domingo, "estilhaços de obuses provenientes de um míssil balístico caíram perto do bairro residencial da Saudi Aramco na cidade de Dahran", informou, sem reportar vítimas.

Segundo a Arábia Saudita, os rebeldes huthis, em guerra contra o governo iemenita apoiado desde 2015 pela coalizão liderada por Riade, intensificam os disparos contra o reino.

O drone e o míssil foram interceptados e destruídos, segundo um comunicado do Ministério da Defesa de Riade.

A coalizão havia anunciado mais cedo a intercepção na Arábia Saudita de 12 drones dirigidos a alvos "civis". Dois tiveram como alvo a cidade Jizan (sul) e também foram interceptados.

Estes ataques ocorrem em um momento em que a coalizão militar liderada pela Arábia Saudita lançou ataques aéreos contra a capital do Iêmen, Saná, sob controle dos huthis.

"A operação tem como alvo as capacidades militares dos huthis e, Saná e outras províncias", informou a coalizão, citada pela SPA.

Os ataques aéreos da coalizão, que apoia militarmente as forças pró-governamentais iemenitas, provocaram enormes colunas de fumaça em Saná, constataram jornalistas da AFP.

Os huthis informaram sete bombardeios na capital.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade