Publicidade

Estado de Minas MADRI

Rei emérito da Espanha salda dívida fiscal milionária (imprensa)


25/02/2021 20:28

O rei emérito da Espanha, Juan Carlos I, que se mudou para os Emirados Árabes em agosto passado devido a suspeitas envolvendo a origem de sua fortuna, pagou mais de 4 milhões de euros ao fisco espanhol, informou nesta quinta-feira o jornal "El País".

O montante corresponde a impostos atrasados pelo valor não declarado que ele recebeu em voos de uma empresa de jatos privados até 2018, explicou o jornal, que cita fontes ligadas à operação.

Em dezembro passado, o ex-soberano, 83, já havia regularizado de forma voluntária uma dívida de 680 mil euros com o fisco espanhol. A regularização estava relacionada a uma investigação envolvendo corrupção através do uso de cartões de crédito, que o procurador-geral da Espanha confirmou em janeiro. A investigação busca esclarecer se Juan Carlos I usou cartões ligados a contas não registradas em seu nome, o que poderia configurar lavagem de dinheiro.

Caso os fatos sejam comprovados, o rei emérito poderia ser processado, uma vez que a movimentação de fundos e o uso dos cartões ocorreu após a sua abdicação, em junho de 2014. Seu advogado, Javier Sánchez-Junco, que anunciou o acordo fiscal em dezembro, não pôde ser localizado pela AFP para confirmar as informações sobre a segunda regularização.

As finanças do rei emérito são investigadas em outros dois casos, um deles ligado a um contrato de um trem de alta velocidade na Arábia Saudita vencido por um consórcio de empresas espanholas. Juan Carlos I não foi acusado de nenhum crime e seus advogados declararam que ele retornaria à Espanha por questões legais caso fosse necessário.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade